HPIP – Património de Influência Portuguesa

É hoje (16 de abril de 2012) o lançamento do portal interactivo: www.hpip.org (o site só estará disponível amanhã). Este portal tem a ver com o trabalho de inventário do património arquitectónico e urbanístico de influência portuguesa existente em várias partes do mundo, um projecto iniciado em 2007 pela Fundação Calouste Gulbenkian, sob a direcção de José Mattoso, e do qual foram editados vários livros (ver http://www.gulbenkian.pt/index.php?article=2910&langId=1&format=404).

Será ainda apresentada a versão inglesa da obra “Património de Origem Portuguesa no Mundo. Arquitectura e Urbanismo”

16 de abril de 2012, 12h00

Fundação Calouste Gulbenkian, auditório 3

Mais sobre o projecto:

O portal HPIP vai reunir de forma integrada a informação sobre o património de influência portuguesa no mundo, tendo em vista a sua divulgação maciça, sem deixar de procurar as contribuições externas com novas entradas e informações. É deste modo que se pretende criar “uma comunidade herdeira desses bens partilhados em influências várias e cruzadas”, afirma Mafalda Soares da Cunha, coordenadora do portal HPIP, que esteve também na direção do projeto editorial com o historiador José Mattoso. “O conhecimento e a sua globalização são a base da identificação das comunidades com o seu património e, assim, o catalisador da sua salvaguarda e desenvolvimento integrado”, defende a professora universitária e antigo membro da Comissão para as Comemorações dos Descobrimentos.

Um portal com a contribuição de todos

Todas as entradas dos volumes dedicados à América do Sul, à Ásia e Oceânia, e a África, Mar Vermelho e Golfo Pérsico estarão disponíveis online, em versão portuguesa e inglesa. Mas não só. Também o glossário e as imagens serão incluídos em número superior ao dos volumes impressos, assim como os instrumentos de consulta coligidos no volume de índices. Será possível fazer “pesquisa livre” (por palavras), mas também por categorias ou ainda sobre um mapa-múndi com imagem de satélite. A reunião de um acervo com estas caraterísticas será relevante no apoio à comunidade científica, não apenas pela disponibilização de dados, mas pela forma cruzada e integrada como surgem, graças à gestão proporcionada pelo sistema de informação geográfica (SIG), pela atualização e integração permanentes de nova informação e pela facilidade de acesso.

Sendo o HPIP um projeto sem fins lucrativos, funcionará “com base na colaboração graciosa de todos as pessoas que enviarem textos novos ou propostas de correção e aditamento aos textos originais”, explica Mafalda Soares da Cunha. As pessoas podem submeter as suas propostas online e depois segue-se um circuito interno de verificação e validação da informação. Os novos dados são incorporados no texto original, que assim passará a ter uma autoria partilhada e devidamente identificada.

A gestão do HPIP será rotativa entre quatro universidades: Universidade de Évora, Universidade Nova de Lisboa, Universidade Técnica de Lisboa e Universidade de Coimbra, sendo esta a primeira responsável. Um Conselho Executivo e um Conselho Editorial compõem os órgãos permanentes de gestão científica e executiva do portal. O Conselho Executivo integra vários especialistas de diversas instituições de ensino superior e de investigação, entre representantes das universidades parceiras, coordenadores dos volumes impressos e outros académicos cooptados pelo grupo de trabalho constituído para o acompanhamento da produção do portal. O Conselho Editorial, presidido por José Mattoso, recupera os colaboradores da obra impressa (cerca de 70 especialistas) que terão como função principal apoiar a certificação científica das novas contribuições para os textos do HPIP.

www.hpip.org

Conselho Executivo

Catarina Madeira Santos, École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris

Filipe Themudo Barata, Universidade de Évora

João Paulo Oliveira e Costa, FCSH-Universidade Nova de Lisboa

Jorge Flores, Instituto Universitário Europeu, Florença

José Belmont Pessôa, Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro

José Manuel Fernandes, FA, Universidade Técnica de Lisboa

Miguel Bandeira Jerónimo, ICS-Universidade de Lisboa

Renata Malcher de Araujo, Universidade do Algarve

Walter Rossa, Universidade de Coimbra (diretor)

Conselho Editorial

José Mattoso (presidente)

O Conselho Editorial recupera os colaboradores da obra impressa (cerca de 70 especialistas) que terão como função principal apoiar a certificação científica das novas contribuições para os textos do HPIP.

Edição

Fundação Calouste Gulbenkian

Coordenação

Mafalda Soares da Cunha

Walter Rossa (adjunto)

Coordenação Executiva

Maria Fernanda Matias

Equipa de acompanhamento

Filipe Themudo Barata, Universidade de Évora

João Paulo Oliveira e Costa, Universidade Nova de Lisboa

José Manuel Fernandes, Universidade Técnica de Lisboa

Renata Malcher de Araujo, Universidade do Algarve

Assessoria Informática

Tiago Matos, Universidade de Coimbra

Assessoria à gestão de conteúdos

Ricardo Trindade, Universidade de Coimbra

Assessoria de Design

TVM designers

Produção

MrNet



Citar este post
Ana Carvalho (2012, 16 Abril). HPIP – Património de Influência Portuguesa. No Mundo dos Museus. Recuperado em 22 de Abril de 2024, de https://doi.org/10.58079/sdli

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.