Museal, n.º 4, 2009

A MUSEAL – Revista do Museu Municipal de Faro lançou recentemente o seu quarto número, desta vez dedicado ao tema: “Núcleos museológicos. Que sustentabilidade?”

Para quem ainda não conhece esta revista, é preciso lembrar que se trata de uma publicação editada pela Câmara Municipal de Faro. Inclui um conselho científico, constituído pelas seguintes personalidades:

António Nabais
Clara Camacho
João Brigola
José d’Encarnação
Rui Parreira
Textos
Alexandra Gradim
Clara Frayão Camacho
Cláudio Torres
Dália Paulo
Graça Filipe
Hugues de Varine
João Alpuim Botelho
José d’Encarnação
José Gameiro
Pedro Prista
Rui Parreira

ISSN 1646-4202

Conteúdos:

Núcleos Museológicos – que sustentabilidade? Do debate conceptual às práticas de produção cultural – Rui Parreira

Núcleos Museológicos em Portugal: algumas questões históricas e conceptuais – Clara Frayão Camacho

Da musealização de património ao ordenamento do território musealizado: em busca de um modelo de sustentabilidade adequado a cada realidade em mudança – Graça Filipe

Museus e ordenamento do território – Hugues de Varine

Museus, território e desenvolvimento – Cláudio Torres

A musealização de um território: o caso de Bordeira, Santa Bárbara de Nexe, Faro – Dália Paulo

A rede polinucleada de Alcoutim: A sustentabilidade de um projecto – Alexandra Gradim

Museu de Portimão gestão de um território – José Gameiro

Gerir os Monumentos Megaliticos de Alcalar e o seu Centro Interpretativo: êxitos e fracassos de uma administração desconcentrada em articulação com o poder Local – Rui Parreira

Núcleos Museológicos de Loulé – Pedro Prista Monteiro

Núcleos Museológicos como estratégia de conhecimento do território: o caso do Museu do Traje de Viana do Castelo – João Alpuim Botelho

Em jeito de conclusões – José d’Encarnação

Recensões – José d’Encarnação


2 comentários a “Museal, n.º 4, 2009

  1. Helena Solano

    Tomei conhecimento da existencia desta revista há reativamente pouco tempo, e estou bastante interesada em obte-la, pode informar-me de como o fazer? Obrigada!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.