Seminário de cultura material|dois documentários, 4 Nov. 2010

O próximo Seminário de Cultura Material vai ser completamente diferente. Vamos passar dois documentários científicos, comentados pelos seus próprios realizadores.

O primeiro documentário é fabuloso – a ‘Seda é um Mistério’ (2003), de Catarina Alves Costa. Conta a história de uma senhora de Portalegre que faz seda em casa – cria os bichos, coze os casulos em água a ferver e fia o pano. Parece que era uma tradição muito comum na zona e a Catarina documentou todo um ciclo neste filme.

O segundo documentário é igualmente fabuloso e é mais conhecido aqui da Politécnica – trata-se de ‘A Flor, a Borboleta e a Formiga Ameaçada’ (2008), de Bruno Cabral, Patrícia Garcia Pereira e Ivânia West. Conta a história da borboleta ‘Maculinea alcon’, ultra-ameaçada de extinção, e que tem um ciclo de vida estranhíssimo pois é adoptada por umas formigas. A história mete também uma flor que é importante para as formigas. Foi tudo filmado na Serra do Alvão.

À ne pas manquer!

Para além dos documentários serem interessantíssimo de per se, o que nos interessa começar a compreender e discutir, no contexto destes Seminários, é a questão da imagem como documento e da intersecção entre cultura visual e cultura material, nas suas vertentes metodológicas e de abordagem.

———
17h00 – Documentário ‘A Seda é um Mistério’ (2003)
Catarina Alves Costa

18h00 – Documentário ‘A Flor, a Borboleta e a Formiga Ameaçada’ (2008)
Bruno Cabral, Patrícia Garcia Pereira e Ivânia West

Quinta-feira, 4 de Novembro 2010

Local: Anfiteatro Manuel Valadares
Museu de Ciência, Universidade de Lisboa
Rua da Escola Politécnica 56

(email de Marta Lourenço, Lista de discussão MUSEUM)


2 thoughts on “Seminário de cultura material|dois documentários, 4 Nov. 2010

  1. JOSÉ GONÇALVES

    Gostava de saber onde vai realizar-se o seminário e se é necessária inscrição e ainda o contacto dos autores do segundo documentário
    Obrigado

    Responder

Responder a Fernanda Soares Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.