Encontro Internacional: Espaços e actores da Ciência em Portugal (Séculos XVIII-XX)

Encontro Internacional: Espaços e actores da Ciência em Portugal (Séculos XVIII-XX)
Datas: 24 e 25 Fevereiro 2012
Local: Lisboa, FCSH/UNL – Edifício ID, Sala Multiusos 2, Piso 4
Submissão de resumos: Enviar os resumos, com um máximo de 300 palavras, até 30 de Janeiro de 2012 para
espacos.actores.ciencia@gmail.com
Idiomas: Português, Inglês, Espanhol e Francês

O HetSci | Grupo de Estudos em História e Ciência, surge do encontro entre investigadores ligados à História da Ciência, com origem em duas Unidades de Investigação avaliadas e financiadas pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT): o Instituto de História Contemporânea (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa), e o Centro de Estudos de História e Filosofia da Ciência (Universidade de Évora). O HetSci tem como objectivo promover e desenvolver a investigação em História da Ciência em Portugal, no período compreendido entre os séculos XVIII e XX.

No âmbito das suas actividades, o HetSci realiza, nos dias 24 e 25 de Fevereiro de 2012, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, um Encontro Internacional, subordinado ao tema Espaços e Actores da Ciência em Portugal (XVIII-XX) que tem por objectivo central reflectir sobre a dinâmica dos protagonistas da Ciência em diversos patamares e esferas de actividade e vivência.

Pretende-se deste modo dar expressão aos construtores/actores da ciência (pessoas, instituições e mesmo lugares) e dar a conhecer o perfil, a natureza, os motivos e percursos desses agentes que construíram ciência em Portugal. O encontro compreende reflexões sobre as transformações ocorridas desde o século XVIII e a sua repercussão em matéria de arranque/desenvolvimento científico verificado nos séculos seguintes, observando o papel dos espaços, instituições e cientistas enquanto actores de ciência, não só no que diz respeito à crescente valorização do conhecimento científico mas também no que se refere ao quadro de organização da ciência, processos de internacionalização e dinâmicas associadas.

Pelo focus de trabalho da articulação de ESPAÇOS – ACTORES (individuais e institucionais) serão cruzadas neste seminário internacional várias perspectivas e metodologias de trabalho, linguagens da História enquanto Ciência Social e linguagens científicas oriundas de vários saberes da Ciência, com a carga de um tempo histórico incorporado. As trocas e a circulação de saberes, de diferentes modelos institucionais, que se cruzaram na sociedade portuguesa, sob uma perspectiva comparada e internacional, permite um novo olhar sobre tempos cronológicos, descobrir diferentes canais de fazer circular o público entendimento da ciência, assim como percepcionar diferentes políticas científicas que o Estado foi tecendo, sob diferentes regimes, sob diferentes tempos de uma Europa em mudança.

Tendo presentes as diversas linhas de investigação e a actualidade destas questões, o encontro pretende ainda reunir reflexões sobre metodologias de investigação em História da Ciência e arquivos de ciência (também eles espaços de ciência), associando questões mais intimamente ligadas ao património científico museológico, identificando protagonistas, espaços de desenvolvimento e produção científica e o modo como participaram na construção de agendas de investigação e ciência.

*Instituto de História Contemporânea (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa)
*Centro de Estudos de História e Filosofia da Ciência (Universidade de Évora)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.