Nós por lá…

[slideshow 72057594049179734]
©Ana Carvalho

Não podíamos deixar de participar em mais um “Encontro de Utilizadores”, que conta já na sua 6.ª edição. O evento, organizado pela empresa Sistemas do Futuro – Multimédia, Gestão e Arte, Lda. realizou-se nos passados dias 11 e 12 de Outubro em Évora e colocou mais uma vez a tónica nas questões ligadas à inventariação do Património.

“O objectivo deste evento é de reunir profissionais dos diferentes sectores do património que, através da apresentação de casos práticos, partilham os seus conhecimentos e experiências com os restantes participantes.” (Mais informações, clique aqui)

Eis algumas impressões sobre o que se passou.

O primeiro dia (11 Outubro) começou com uma sessão à tarde subordinada ao Património Religioso e que procurou fazer o ponto de situação sobre a inventariação no contexto de algumas das principais Dioceses do país, nomeadamente as Dioceses de Évora, do Porto, de Lamego e de Santarém. Objectivos, critérios, metodologias, terminologias e thesauri foram alguns dos tópicos focados, sublinhando-se um ambiente de grande partilha e optimismo.

Ficámos a conhecer um dos outputs que resultaram do projecto de inventariação do Património Móvel Religioso promovido pela Diocese de Lamego, designadamente a seguinte publicação “Lamego: Um Inventário em Construção“, editada em Dezembro de 2006 e que se encontra disponível para descarregar da internet. Para saber mais sobre este projecto e o património inventariado que já se encontra disponível para pesquisar através de uma interface, clique aqui.

Ficámos igualmente a conhecer o trabalho realizado pela Diocese de Santarém que nos apresentou o seu projecto de inventariação, iniciado recentemente e que numa primeira fase se circunscreve a uma igreja piloto – Nossa Senhora da Piedade (Santarém). Mais informações clique aqui.

E para quem ainda não conhecia fica aqui o site relativo ao Inventário Artístico da Arquidiocese de Évora:http://www.inventarioaevora.com.pt/, e onde poderá encontrar informação sobre o projecto, interface para pesquisar numa base de dados sobre o património já inventariado para graúdos e outra para os mais pequenos, roteiros, além de aceder aos 4 números da newsletter e ao glossário.

O debate deixou ainda algumas interrogações em aberto, nomeadamente – “Inventariar e depois?” Por outro lado, pareceu claro para todos a importância da inclusão das comunidades na protecção do património, designadamente ao nível do processo de inventariação. A este propósito sublinhe-se a tão pragmática intervenção do Pe. Manuel Amorim, que entre outras coisas realçou a importância da criação de equipas de voluntários que na sua perspectiva devem fazer parte de uma estratégia de envolvimento das comunidades para a concretização dos inventários. Além disso, a tónica voltou a estar na sensibilização. Importa inventariar, mas de somenos importância está a aproximação do património à comunidade que dele usufrui.

A um debate ameno, mas profícuo seguiu-se uma visita guiada à sempre surpreendente Sé de Évora. Esta visita informal, pela mão do Dr. Artur Goulart, estamos certos, não deixou ninguém indiferente.

O dia seguinte foi dedicado à apresentação do projecto Grupos de Trabalho sobre Normalização, promovido pela empresa “Sistemas do Futuro” e que tem como objectivo a criação de uma norma de trabalho no que diz respeito à estrutura de dados, aos procedimentos e às terminologias utilizados na documentação de património. Ficámos a saber que o grupo de trabalho sobre registo de colecções arqueológicas começou em Janeiro de 2007. O projecto visa publicar, finalizados os trabalhos, um documento único que reflicta sobre as conclusões deste estudo.

Tempo ainda para a apresentação de outras experiências de inventário, nomeadamente o “Património integrado da Rota do Fresco”, o inventário do Arquivo histórico da diocese de Évora e o inventário de “Arte Pública” promovido pelo Departamento de Património Cultural da Câmara Municipal de Lisboa.

Merece particular destaque, no contexto da apresentação de alguns produtos de multimédia de carácter educativo o “Clube da Sara” (Museu da Farmácia), projecto desenvolvido pela “Sistemas do Futuro” e que concorreu ao Festival Palmarès F@imp 2004 na categoria de Palmarès Multimédi’Art des CD-Rom, tendo ficado entre os 15 trabalhos seleccionados para ir à final. “Vamos conhecer o Oriente com S. Francisco Xavier” é o título de um projecto educativo promovido pelo Museu de S. Roque. Este projecto dirigido ao 3.º ciclo do Ensino Básico incluiu a concepção de vários produtos de apoio, nomeadamente um livro de banda desenhada – “Viagens e Lendas de S. Francisco Xavier, e um cd-rom em torno da figura de S. Francisco Xavier. Mais informações sobre este projecto clique neste endereço: aqui.
Finalmente, o Museu da Olaria da Câmara Municipal de Barcelos, apresentou-nos um cd-rom – “Viagem à Vila de Oleiros”, um produto que conta a história da transformação do barro em peças, através de jogos que apostam na interactividade para a transmissão de conteúdos.

No 4.º painel da tarde destaca-se a apresentação do trabalho desenvolvido pelo Museu Municipal de Vila Franca de Xira ao nível da inventariação do Património e respectiva integração com os Sistemas de Informação Geográfica. No site do Museu poderá pesquisar além das colecções do museu o inventário do Património online.

Não podia deixar de referir a agradável surpresa de encontrar finalmente um rosto para alguns dos blogues activos na área da Museologia e Património, nomeadamente o Alexandre Matos do Mouseion, a Patricia Remelgado do Pporto dos Museus e o Jorge Manuel do Inventário.

Salientamos a importância de encontros como este que permitem a troca de experiências e o debate nesta área. Saudações especiais ao Dr. Fernando Cabral (Director Geral da Sistemas do Futuro) e respectiva equipa pelo belíssimo trabalho realizado.


0 comentários a “Nós por lá…

  1. isabel Victor

    Saudações a todos !

    Acompanhei de cá, à distância, na impossibilidade de me juntar aos ” nós por lá ” …

    MuseoAbraço

    Responder
  2. Nuno Resende

    Felizmente que encontros destes vão possibilitando a troca de opiniões e de experiências.
    Aproveito para dar os meus parabéns pelo blog, riquíssimo e sempre activo.
    Cumprimentos, desde Lamego
    Nuno Resende

    Responder
  3. Patrícia

    Ana, muito obrigada… Foi também para mim um enorme prazer associar um rosto a uma companheira destas andanças….até breve

    Responder
  4. Alexandre Matos

    Ana… só para agradecer a simpatia deste post e também a sua participação no Encontro de Utilizadores.

    Em breve darei notícias (por mail) sobre o encontro de blogs, ok?

    Responder
  5. Pingback: Finalmente algum descanso « Mouseion

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *