Arquivo da Categoria: Museum News

5ªs à Noite nos Museus – Novo projecto do IMC

O Projecto 5ªs à Noite nos Museus. Verão 2008 tem o objectivo de oferecer nas noites de Verão, às 5ªs feiras, de uma forma lúdica, descontraída e pedagógica, vivências em espaços museológicos, através de actividades culturais diversificadas que visam atrair novos públicos, fidelizando os já existentes, mas também captar turistas em visita à cidade de Lisboa.

A par da oferta educativa de Verão dirigida a crianças e jovens, com este programa o IMC organiza um projecto-piloto com os Museus Nacionais de Arte Antiga, Arqueologia, Azulejo e Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves, que se desdobra numa programação cultural diversificada com desconto de 50% na entrada e extensão do horário de funcionamento dos museus até às 23h00.

Consulte a programação em www.imc-ip.pt

José António Pinto Ribeiro: "Faço política para que outros façam cultura"

Sugerimos a leitura da entrevista do Expresso ao actual ministro da Cultura.

José António Pinto Ribeiro, ministro da Cultura: “Faço política para que outros façam cultura”

Na primeira entrevista de fundo que concede a um jornal, José António Pinto Ribeiro defende uma visão transversal e pragmática para uma política cultural mais autónoma. Traça um plano de multiplicação de meios através do recurso às parcerias com privados, empresas, instituições de financiamento e ministérios e define três linhas de acção: Língua, património e produção artística. Só não fala do futuro do teatro D. Maria II. Por enquanto um assunto tabu. (Expresso, 12 de Julho 2008)

A entrevista na íntegra encontra-se aqui: http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=ex.stories/364619

"Arqueólogo Português" online

No âmbito da sessão evocativa de LEITE DE VASCONCELOS, ARQUEÓLOGO, em que intervirão José Cardim Ribeiro e Carlos Fabião, no próximo dia 25 de Junho, a partir das 18,30 horas, no Museu Nacional de Arqueologia (Mosteiro dos Jerónimos, Lisboa), terá lugar a apresentação pública do projecto de disponibilização em suporte digital de toda a colecção da revista O ARQUEÓLOGO PORTUGUÊS (1895 a 2003) – financiado pelo Plano Operacional da Cultura (POC), Medida 2.2. – Acção 3.

Fonte Mailing List MNA

Museu Digital

Amanhã, dia 25 de Junho, pelas 16h00, o Museu da Ciência da Universidade de Coimbra apresenta publicamente o MUSEU DIGITAL, um projecto que visa disponibilizar on-line uma parte significativa do acervo científico da Universidade de Coimbra. Serão disponibilizados 19 000 registos. Esta será a maior base de dados nacional de instrumentos científicos, história natural e etnografia.

O Museu Digital será acessível a partir do site do Museu da Ciência www.museudaciencia.pt.

Museu da Ciência
Laboratorio Chimico
Largo Marquês de Pombal
3000-272 Coimbra
divulgacao@museudaciencia.pt

Fonte: Museu da Ciência
Fonte:

Informação ICOM.PT, n.º 1 (Jun-Ago 2008)

Já está disponível uma newsletter renovada do ICOM.PT. “Informação ICOM.PT” é o nome que apresenta e pretende-se que seja trimestral. O boletim apresenta-se apenas em formato PDF e pode ser descarregado a partir do site do ICOM.PT.

A edição da newsletter é da responsabilidade de Maria Vlachou, a quem podem ser dirigidas propostas de colaboração, comentários e sugestões através do seguinte e-mail: mariavlachou@sapo.pt

O Nº1 (Jun-Ago 2008) apresenta os seguintes conteúdos:

01 Editorial
Dia Internacional dos Museus: celebramos o quê em Portugal, 30 anos depois?
Luís Raposo, Presidente da Comissão Nacional Portuguesa do ICOM

03 Artigo
Os blogues como instrumentos de trabalho para a Museologia
Ana Carvalho, Colaboradora do CIDEHUS-Universidade de Évora, Museóloga e Gestora do blogue No Mundo dos Museus…

08 OPINIÕES
Concurso de Ideias para o parque Mayer, Jardim Botânico, Edifícios da Politécnica e área envolvente: balanço de um debate público
Fernando Bragança Gil, Ex-Director do Museu de Ciência
A. M. Galopim de Carvalho, Ex-director do Museu Nacional de História Natural

11 Novas publicações

13 Calendário de iniciativas

A newsletter pode ser descarregada e consultada a partir do site do ICOM:
http://www.icom-portugal.org/

Nota: O Artigo “Os blogues como instrumentos de trabalho para a Museologia” apresenta uma pequena gralha. Na págia 7 (bibliografia) o blog “A Ciência e a Arte” aparece como tendo o endereço “http://isabelvictor150.blogspot.com” quando na verdade o correcto link é “http://ciarteblog.blogspot.com”. As nossas desculpas pelo erro.

Museu da Presidência da República distinguido com Prémio Europeu "Europa Nostra" 2008

O Museu da Presidência da República foi distinguido com o Prémio do Património Cultural da União Europeia/Europa Nostra 2008, pelo trabalho de investigação sobre o património material e imaterial do Palácio de Belém, que permitiu a concepção e produção da exposição e do catálogo “Do Palácio de Belém”.

A cerimónia de atribuição do galardão vai ter lugar no próximo dia 12 de Junho na Catedral de Durham, no Reino Unido, e será presidida pela Infanta D. Pilar de Borbón, Presidente da “Europa Nostra” e pela Directora-Geral de Educação e Cultura da Comissão Europeia, Odile Quintin. O prémio será recebido pelo Dr. Diogo Gaspar, director do Museu da Presidência da República.

O Prémio Europa Nostra (segundo os organizadores) foi atribuído ao Museu pela “qualidade excepcional do projecto de investigação, e pela sua contribuição inestimável para a salvaguarda do património cultural na Europa”.

Trata-se do segundo prémio (depois do Prémio José de Figueiredo 2006, da Academia Nacional de Belas-Artes) concedido ao projecto de investigação desenvolvido entre 2003 e 2005, que se concretizou com produção da exposição “Do Palácio de Belém” (patente ao público entre Outubro de 2005 e Fevereiro de 2006) e com um conjunto de sete separatas e um catálogo. Estas obras tiveram como propósito contribuir para o estudo da actual residência oficial do Presidente da República, disponibilizando informação sobre o seu património móvel, imóvel e imaterial, que se manteve desconhecido durante muitos anos.

Neste trabalho, coordenado pelo Director do Museu da Presidência da República, Dr. Diogo Gaspar, colaboraram reputados especialistas em diversas áreas da História de Arte: estuques; iconografia; pintura; escultura; porcelana; ourivesaria; mobiliário. Foi traçada a evolução desde o papel de quinta de veraneio desempenhado durante a monarquia, até à actualidade, quando o Palácio de Belém passou a adquirir um importante protagonismo político depois de se tornar residência oficial do Chefe de Estado.

As sete separatas, complementares ao catálogo, permitem leituras segmentadas sobre as colecções do Palácio de Belém, que surgem agrupadas da seguinte forma: “Ourivesaria e porcelana”; “Azulejaria, tectos e estuques”; “Arquitectura”; “Jardins e escultura”; “Vivências, sítio e iconografia de Belém”; “Pintura e mobiliário”; “Picadeiro de Belém”.

(Fonte: Serviço de Comunicação do Museu da Presidência da República)

———————-

A Medal in Category 2 – Research has been given to Do Palácio de Belèm by the Museum of the Presidency of the Portuguese Republic, Portugal. The publication and exhibition Do Palácio de Belèm were the result of a meticulous research into the Belèm Palace and its interior and collection. A full inventory was organised, in which renowned experts from various fields took part. Apart from the inventory, the research included comparative research into other national palaces and the recuperation of parts of the collection that had been dispersed into other public and private collections.

The project is admired for making accessible to citizens the Palácio de Belèm, a building that reflects an important part of Portugal ‘s national identity and of its contemporary history. The rigorous inventory and the publications presenting the results are of outstanding quality and should be considered an example for similar research projects in Portugal and in Europe .

(in http://www.europanostra.org/)

Sobre os Prémios Europa Nostra veja aqui:
http://www.europanostra.org/lang_en/index.html

Museu do Oriente abre já amanhã

O Museu do Oriente abrirá as suas portas já amanhã.

O historiador de arte Fernando António Baptista Pereira, responsável pelo percurso e arranjo museográfico da colecção permanente refere sobre a exposição permanente: Desenvolvida “como uma narrativa”, “proporá duas leituras cruzadas”, a primeira das quais visando a presença portuguesa na Ásia, núcleo correspondente, em larga medida, às aquisições que a Fundação Oriente foi fazendo ao longo dos anos.

A segunda dessas leituras terá por base uma panorâmica das culturas orientais, por via da Colecção Kwok On, de artes performativas e tradicionais, sendo a Ásia entendida aqui num sentido lato, num arco que vai da Turquia ao Japão. Dada a sua extensão – mais de 13 mil peças, muitas das quais exigindo cuidados especiais de conservação -, este núcleo rodará, recorde-se, de 18 em 18 meses, com novos temas e novas peças, sendo Deuses da Ásia a temática inaugural. Centrada na Colecção Kwok On será também a primeira mostra temporária do museu: Máscaras da Ásia.

Será justamente este diálogo, lembrou Fernando António Baptista Pereira, que fará deste não apenas “um museu único no seu género entre nós”, mas raro também no contexto internacional. Para lá da “memória que convocará”, o Museu do Oriente terá também os olhos postos no presente, por via da programação do seu serviço educativo e da sua programação de conferências e espectáculos, com particular destaque para o cinema e para a música. Trimurti, peça musical que o pianista Mário Laginha criou expressamente para assinalar o momento, marcará a abertura do museu (dias 9 a 12), tendo a seu lado, em palco, músicos do Vietname, Índia e Japão.

(…) como lembrou Baptista Pereira, o Museu do Oriente “abrirá as suas portas ao público com quatro catálogos” em simultâneo, resultantes do “esforço enorme de estudo da colecção”. Um deles, de carácter generalista, sai com chancela tripartida da Fundação BNP Paribas, de Paris, Fundação Oriente e Réunion des Musées Nationaux, de França.

Um outro catálogo, de perfil monográfico, será dedicado à trajectória do edifício, agora sede do museu: os antigos armazéns frigoríficos do Porto de Lisboa, peça singular da arquitectura industrial dos anos 40.

Fonte: DN

Leia o artigo na íntegra aqui: http://dn.sapo.pt/

Museu do Oriente

No próximo dia 8 de Maio de 2008 será inaugurado o tão esperado Museu do Oriente. O evento terá lugar a partir das 18.30 horas.

O Museu, propriedade da Fundação Oriente terá naturalmente como temática principal Oriente, em todas as vertentes – histórica, social, religiosa, antropológica, etnológica, arqueológica e artística – de culturas singularmente exóticas e esplendorosas…

O espólio foi reunido pela Fundação Oriente desde 1988 e enriquecido, por exemplo, em 1999, com a incorporação da colecção Kwok On – mais de 13 000 peças de arte popular asiática: trajes, marionetas, máscaras, pinturas, porcelanas, objectos rituais, lanternas, dragões, jogos e estátuas…
Viagem inesquecível, portanto, por bem remotas paragens – Sri Lanka, Tailândia, Cambodja, Malásia, Indonésia, Vietname, Índia, Tibete, Birmânia, Nepal, Paquistão e Coreia.

Fica situado na Av. Brasília, Doca de Alcântara (Norte) – 1350-362 Lisboa

Poderá encontrar mais informação sobre o museu no seguinte endereço:
http://www.foriente.pt/195/o-museu.htm

Fonte: Lista de discussão MUSEUM

150º Aniversário do nascimento de José Leite de Vasconcelos

O Museu Nacional de Arqueologia (MNA) promove em 2008, em cooperação com diversas outras entidades públicas e privadas, um programa comemorativo do 150º aniversário do nascimento do Doutor José Leite de Vasconcelos, fundador e primeiro director do Museu.

Transcreve-se em baixo o referido programa, que pode também pode ser obtido no site do MNA (www.mnarqueologia-ipmuseus.pt).

2 de Fevereiro: Sessão evocativa no auditório municipal do Alandroal, com uma conferência a proferir pelo Professor Doutor Amílcar Guerra sobre “Leite de Vasconcelos e Endovélico” (sessão antecedida de visita ao santuário de Endovélico, em S. Miguel da Mota)

22 Abril (data de abertura do MNA no Mosteiro dos Jerónimos)
Inauguração da exposição SIT TIBI TERRA LEVIS – Os rituais funerários romanos e paleocristãos em Portugal
Abertura do 1º Concurso de Composição para Estudantes da Escola Superior de Música de Lisboa (CCEESML), nas modalidades de Música para Orquestra e Música de Câmara, sob o tema “Homenagem a Leite de Vasconcelos”

7 de Julho (data no nascimento do Doutor Leite de Vasconcelos)
SESSÃO SOLENE NA ACADEMIA DAS CIÊNCIAS DE LISBOA
Lançamento de álbum de fotobiografia do Doutor José Leite de Vasconcelos (edição conjunta do MNA e da Editorial Verbo)
Lançamento pelos CTT de um INTEIRO POSTAL (com carimbo especial do dia) para colecção e uso no circuito postal geral
Lançamento pela Imprensa Nacional – Casa da Moeda de reimpressão da obra FILOLOGIA MIRANDESA; durante o ano de 2008 a INMC editará também a obra MÊS DE SONHO, assim como um estudo do Prof. Ivo Castro sobre a “Correspondência entre Leite de Vasconcelos e Hugo Schuchardt”
Inauguração no MNA da exposição IMPRESSÕES DO ORIENTE (do Canal de Suez a Leite de Vasconcelos)

18 de Dezembro (20 de Dezembro: data do decreto que criou o Museu)
Apresentação pública do projecto da próxima galeria de exposição permanente do MNA: OBRAS-PRIMAS DA ARQUEOLOGIA PORTUGUESA
Lançamento de um volume especial da revista “O Arqueólogo Português”, incluindo Cd-Rom com toda a colecção digitalizada
Lançamento de reedição fac-similada da obra DE TERRA EM TERRA, com introdução de António Valdemar (edição conjunta do MNA e de Arquimedes Livros)
Apresentação pública das obras vencedoras do Concurso de Composição para Estudantes da Escola Superior de Música de Lisboa (CCEESML).

(outras realizações)

24 a 26 de Junho: Ciclo de palestras promovido pela Grupo de Amigos do Museu Nacional de Arqueologia (dia 24: o Arqueólogo, por José Cardim Ribeiro e Carlos Fabião; dia 25: O Etnólogo, por David Pinto Correia e Joaquim Pais de brito; dia 26: O Linguista, por Ivo Castro).

25 de Junho: Sessão Solene evocativa de José Leite de Vasconcelos, realizada pela Academia Portuguesa da História.

Setembro (data a definir): Inauguração de exposição evocativa e sessão solene de homenagem na Torre Medieval da Ucanha.

Setembro (data a definir): Inauguração da exposição “O Rio da Memória: Arqueologia no Território do Leça”, promovida pela Câmara Municipal de Matosinhos e comissariado cientificamente por Ana Bettencourt, Armando Coelho Ferreira da Silva e Álvaro Moreira.

30 de Outubro: Sessão conjunta da Secções de Arqueologia e de História da Medicina da Sociedade de Geografia de Lisboa e inauguração de exposição documental sobre a vida e obra de José leite de Vasconcelos.

Fonte: Archport Mailing List

Polo Hermitage em Portugal?

A directora do Museu Soares dos Reis no Porto, onde vai ter lugar a mostra com peças de joalharia do museu Hermitage, continua à espera de indicações do Ministério da Cultura e tem a programação condicionada por falta de decisão.

Veja a notícia na íntegra no seguinte endereço:
http://www.rr.pt:80/

Museu Nacional de Arqueologia e Programas Ocupacionais

O Museu Nacional de Arqueologia viu aprovadas as candidaturas que apresentou aos Programa Ocupacionais para Trabalhadores Subsidiados nas seguintes áreas:

-vigilância de exposições

-gestão de colecções e arquivos

-acções educativas

Em conformidade, vai dar-se e início ao processo de selecção de candidatos, através de análise curricular e de entrevista pessoal.

Todos os potenciais interessados (que devem obrigatoriamente ser desempregados e ter direito ao subsídio de desemprego) podem dirigir-se para o efeito ao Museu Nacional de Arqueologia, por escrito. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone junto de Maria do Céu Araújo (tel. 213620000).

Fonte: Lista Museum

Dia Internacional dos Museus 2008

international-museum-day-icom.gif

O ICOM já anunciou que o tema deste ano para o dia internacional dos museus será:

“Museums as Agents of Social Change and Development”/”Museus como agentes de Mudança Social e Desenvolvimento”.

Alissandra Cummins, Presidente do ICOM afirma: “While traditionally museums are known for their collections, more and more museums are taking an active key role in exploring social issues with communities to contribute to their development. The educational and ethical function of the museum is to engage culturally diverse contemporary communities through exhibitions and workshops and their design. International Museum Day shows that it is possible to gather together in a new way to interpret the past in light of the present to shape a better future.”

Alissandra Cummins acrescenta: “The developing world has been suffering from the digital divide: on International Museum Day, we want to show how museums can help bridge that divide between two worlds through new creative interaction between museum professionals.”

Para mais informações, consulte:
http://icom.museum/imd.html

Farol Museu de Santa Marta

[slideshow 72057594049705304]

Farol Museu de Santa Marta (Cascais), Jan. 2008
©Ana Carvalho

Em 2006 tiveram início as obras de adaptação do farol de Santa Marta a museu. Inaugurado a 27 de Julho de 2007, o Farol Museu de Santa Marta, em Cascais, está desde então aberto ao público.

Apresenta um espaço expositivo criado nas antigas residências faroleiras e plataformas (baterias do forte). O discurso expositivo desenvolve-se em torno das seguintes temáticas: “Os Faróis de Portugal”, “O Forte de Santa Marta, desde 1868”, “Os faróis e as ajudas à navegação (Cascais e a barra do Tejo)” e o “Ofício de Faroleiro”. Inclui ainda um documentário “Faróis de Portugal. Cinco Séculos de História”.

Dispõe de uma recepção, centro de documentação e cafetaria (ainda não abriu).

Note-se, o projecto de requalificação do Forte e Farol de Santa Marta foi reconhecido com a “Menção Honrosa Cidade – Intervenções de natureza física localizadas em ambiente urbano”, atribuída pelo Ministério da Economia e da Inovação, no âmbito da edição 2007 dos Prémios Turismo de Portugal. Mais sobre este tema aqui.

Mais sobre o Museu:

http://www.cm-cascais.pt/
http://arquitectura.pt/forum/f10/museu-do-farol-de-sta-marta