Arquivo de etiquetas: Álvaro Domingues

Museus e Turismo em destaque na nova Revista de Museus da Direção-Geral do Património Cultural

Após 7 anos, desde que a revista Museologia.pt cessou (então da tutela do Instituto dos Museus e da Conservação), voltamos a ter uma revista institucional dedicada inteiramente aos museus. Trata-se da Revista de Museus, com a chancela da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC). No campo editorial, a RM vem juntar-se às revistas já publicadas pela DGPC: a Revista Património, a Revista Monumentos e a Revista Portuguesa de Arqueologia.

A Revista de Museus é anual e cada número é temático. O primeiro número (Dez. 2018) é dedicado aos museus e ao turismo. Como sublinha David Santos, Subdirector-geral da DGPC e director da revista, este número “procura dar testemunho reflexivo, sugerindo ao mesmo tempo uma maior e mais qualificada amplitude de respostas ao nível das políticas para o setor dos museus” (p. 5).

Quanto ao modelo de actuação, mantêm-se as propostas de artigos por convite, à semelhança da antiga museologia.pt e da revista Património. Do ponto de vista dos autores, regista-se o registo endogâmico, mas aberto a contributos externos à DGPC, incluindo de outros museus, da academia e da literatura, como é o caso do ensaio escrito pelo escritor Gonçalo M. Tavares “Museus Imaginários” na secção «Olhares» .

Quanto à forma, a revista demarca-se da sua antecessora museologia.pt, em particular no que diz respeito à valorização estética, observável na centralidade que as ilustrações ocupam ao longo de toda a publicação (248 páginas). Este é, aliás, um traço assinalado pelo director da revista no editorial: “É também para celebrar essa capacidade e resiliência que esta publicação anual pretende afirmar o princípio da análise museológica, sabendo contudo afirmar-se ainda enquanto objeto de sedução estética. Por isso, vinculamos ao exercício crítico e reflexivo, a ludicidade de uma revista que ousa apresentar-se também como objeto colecionável, pelas razões essenciais que levam os seres humanos a cultivarem o que pretendem preservar para memória futura” (p. 5).

De facto, as imagens são impactantes e de qualidade, grande parte delas de objectos das coleções dos museus nacionais. E, não raras vezes sugerem interpelação. Queremos saber mais, pelo menos foi essa experiência com que fiquei como leitora. O facto de muitas das ilustrações, na maior parte das vezes, não terem relação articulada e fundamentada com os artigos trouxe-me um elemento adicional de desorientação no contexto da leitura. E a interrogação: até que ponto é funcional e favorável a desconexão entre o que é escrito e o que se vê e, por outro lado, a ausência de maior contexto para as imagens que são apresentadas que possa estabelecer um maior entendimento, que vá para além do efeito contemplativo que possam gerar.

Sobre o predomínio da valorização estética, dois pontos. 

 

Clara Frayão Camacho assegura a coordenação científica da Revista de Museus e Fátima Faria Roque a coordenação editorial.

Integra o Conselho Editorial: Adelaide Duarte, Graça Filipe, José Soares Neves, Manuel Bairrão Oleiro, Marta Lourenço, Rita Macedo e Rui Parreira.

O primeiro número da Revista de Museus foi lançado oficialmente a 11 de Dezembro de 2018, no Museu Nacional dos Coches, em Lisboa.

 

****

ÍNDICE

4 | David Santos, O Lencastre, ao pé da Pyramide. 24 de Março [Editorial]

1.Tema: Museus e Turismo

8 | Álvaro Domingues, Turismo e museus – Contigo porque me matas / sem ti porque morro eu

26 | Alexandra Gonçalves, A experiência turística no espaço museológico

46 | Teresa Ferreira, Turismo e cultura – Uma reflexão sobre desafios futuros

60 | Graça Filipe, Património e museus em interação com o turismo: sustentabilidade e inovação

2. Museus

84 | José Soares Neves, Os turistas estrangeiros nos museus nacionais

98 | António Filipe Pimentel, Os museus e o turismo – Forças, oportunidades, fraquezas e ameaças

112 | Silvana Bessone, O Museu Nacional dos Coches – Uma coleção única que nos transporta no tempo

128 | Ana Alcoforado, Património, cidade e turismo – Reflexões a partir da experiência do Museu Nacional de Machado de Castro

142 | Paula Aleixo, Um museu na centralizado turística do Porto

150 | Lígia Rafael, Museus, turismo e desenvolvimento local – O caso do museu de Mértola

166 | Joana Sousa Monteiro, Museus e turismo em Lisboa: forças contraditórias ou complementares?

174 | Pedro Gadanho, MAAT – Um novo museu em Lisboa. Impacto urbano e posições críticas

182 | M. Teresa Girão da Cruz e António C. Gouveia, Turismo e património da ciência e natureza em Portugal: Um nicho (ainda) na sombra

3. Coleções

202 | Adelaide Duarte, MACE: Uma oportunidade para cativar públicos

4. Olhares

216 | Thomas Mann, Confissões de Félix Krull (excerto) – impressões causadas por uma visita ao Museu de Ciências Naturais, em Lisboa

222 | Gonçalo M. Tavares, Museus imaginários

5. Mundo

231 | António Grassi, Inhotim, um sonho possível

240 | Declaração do Conselho Internacional de Museus (ICOM) e da Federação Mundial dos Amigos dos Museus (FMAM) para um turismo cultural sustentável em todo o mundo (dezembro de 2007)

244 | Abstracts

****

A Revista dos Museus encontra-se disponível para venda na loja dos museus (preço de referência: 20 euros), mas também nas principais livrarias.

 

Desafios do património em destaque na revista Património

Apresentação da RP n.º 5, Conversa com José Bragança de Miranda, Clara Frayão Camacho, Álvaro Domingues, com moderação de Manuel Lacerda, 27 de Outubro de 2018, Palácio da Ajuda

Temos um novo número da Revista Património – RP, o quinto (2017-2018). A revista (desde 2013) é da responsabilidade da Direção-Geral do Património Cultural, editada em parceria com a Imprensa Nacional-Casa da Moeda. É anual e impressa. O lançamento do 5.º número aconteceu no Palácio da Ajuda a 27 de Setembro de 2018.

Manuel Lacerda, director da revista, no editorial, fala de alterações globais, mudança, transformação, novas prioridades e preocupações, resiliência, desenvolvimento económico e social, inovação… Tudo isto faz parte do presente e tudo isto se relaciona com a cultura e o património cultural. Daí que o caderno principal da revista tome como fio condutor esses tantos desafios. Damos particular destaque ao artigo Graça Filipe e Clara Frayão Camacho “Que Futuros Queremos dar ao(s) Museu(s)?” pela forma assertiva em que se situa o futuro dos museus na relação com os grandes temas e tendências contemporâneas: alterações demográficas, incremento da mobilidade, evolução da tecnologia, retração das políticas públicas, paradigma da sustentabilidade e da participação.

RP 5

Índice

1| Editorial, por Manuel Lacerda

Desafios do património

6| Património e turismo: de um casamento promissor a um divórcio litigioso, por Álvaro Domingues

14| Paisagens culturais: tendências, riscos e desafios, por Nuno Ribeiro Lopes

20| Recomendação sobre a paisagem histórica urbana, por Ana Tarrafa Silva, Isabel Valverde e Ana Pereira Roders

30| Arqueologia urbana em Portugal, hoje, por Jacinta Bugalhão

40| O património digital como política do comum, por José Bragança de Miranda

48| Que futuro queremos dar ao(s) museu(s)? Por Graça Filipe e Clara Frayão Camacho

60| O associativismo na construção da salvaguarda e conservação do património cultural/natural, por João Caninas e Jorge Custódio

Pensamento

72| Plataformas museológicas, coleções virtuais, monumentos em 3D, emojis renascentistas e o mundo fabuloso do património digital, por Luís Ramos Pinto

78| A estratégia para o património cultural na Europa do século XXI. Dos princípios à realidade, por Claire Giraud-Labalte

Projetos

84| O restauro da Casa de Chá da Boa Nova, por Jorge Figueira

90| A nova exposição de pintura e escultura portuguesas do Museu Nacional de Arte Antiga, por Anísio Franco, José Alberto Seabra Carvalho e Maria João Vilhena de Carvalho

96| Escola Maria Barroso: adaptação parcial do extinto Tribunal da Boa Hora, por Ana Lúcia Barbosa

106| Salvaguarda de património paisagístico da excecionalidade à representatividade tipológica de jardins, por Mário Fortes e Deolinda Folgado

122| Projeto, património arquitetónico e regulamentação contemporânea: sobre práticas de reabilitação no edificado corrente, por Nuno Valentim Lopes

Opinião

138| O futuro da cultura, o futuro do património cultural: considerações preliminares, Pier Luigi Sacco

Sociedade

144| Rota Histórica das Linhas de Torres: génese, consolidação e desafios, por Florbela Estevão

150| O cemitério romântico: cidade dos mortos, património dos vivos, por Sílvia Leite