Arquivo de etiquetas: estudos museológicos

Ensaios e Práticas em Museologia 02

Capa: “Ensaios e práticas em museologia”
Arranjo gráfico da capa: Elisa Noronha
Fotografia da capa © José António Lacerda, 2010

Semedo, Alice, Célia Machado, e Mariana Jacob Teixeira, eds. 2012. Ensaios e práticas em museologia. Vol. 02. Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto. 286 páginas. ISBN: 978-972-8932-82-4.

 Foi recentemente publicado o segundo volume de “Ensaios e práticas em museologia”, uma publicação da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. A publicação, exclusivamente em formato digital, dá continuidade ao primeiro volume com o mesmo nome publicado o ano passado (ver aqui).

Trata-se de uma colectânea de 16 artigos que resulta dos trabalhos de investigação realizados por alunos no âmbito do curso de mestrado em museologia na Universidade do Porto entre 2008 e 2011. A diversidade das temáticas abordadas caracteriza este volume (bem como o anterior) e é, de certo modo, indicativo do desenvolvimento de várias linhas de investigação em torno deste campo de estudos, atendendo também a uma “abordagem integradora” que é claramente assumida pela Universidade do Porto, tal como se sublinha no texto de apresentação da publicação:

“O Curso de Museologia tem procurado desenvolver (…) [uma] abordagem ‘integradora’ de diferentes temas-chave (temas-paradigma) que se concretiza em diferentes disciplinas e o seu aproveitamento em termos de avaliação, relaciona-se plenamente com a abolição das fronteiras disciplinares tradicionais que cada vez são menos relevantes para as competências interdisciplinares do mundo contemporâneo e da museologia, em particular. Com esta abordagem integradora dos conhecimentos, espera-se estimular o pensamento crítico e criativo, competências cada vez mais necessárias para prosperar num mundo complexo e global que desafia os limites disciplinares” (p. 5).

 No momento actual, de grande asfixia orçamental das universidades (agora alcançando situações agonizantes e que por via das circunstâncias obriga à reinvenção e posicionamento das universidades) como tem sido mais que evidente nas últimas notícias, o surgimento de iniciativas como esta, note-se de baixo orçamento e sustentadas a partir das redes informais existentes entre alunos e professores (sublinhe-se aqui o papel fundamental de Alice Semedo), é exemplar pela sua capacidade de resiliência aos constrangimentos actuais (que não são apenas de carácter económico).

 Por outro lado, esta iniciativa reflecte também a emergência de novas dinâmicas por parte das universidades com relação à investigação em museologia, no sentido de promover e divulgar a produção científica que se desenvolve neste campo. Na mesma lógica veja-se, por exemplo, a publicação de um número dedicado aos “Museus e Investigação” (vol. 8) pela Revista de História da Arte (Universidade Nova) em 2011, e que incorpora a investigação que se tem produzido na linha de “museum studies” do Instituto de História da Arte desta universidade (ver os conteúdos aqui)[1]. E ainda a nova revista MIDAS – Museus e Estudos Interdisciplinares (um projecto inter-universitário), cujo primeiro número está no prelo (cf. http://revistamidas.hypotheses.org/).

“Ensaios e práticas em museologia” está disponível na íntegra no seguinte endereço: http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/10507.pdf (vol. 02)

 Veja também o primeiro volume: http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/8926.pdf (vol. 1)

 

CONTEÚDOS:

[Ensaios e práticas em museologia. 02]

Apresentação, p. 5
Alice Semedo, Célia Machado e Mariana Jacob Teixeira

A inclusão da emoção na comunicação museológica – contributos do marketing de serviços, p. 10
Alexandre Beites

Museu ibérico da máscara e do traje: inventário da coleção museológica, p. 24
Ana Luísa Barreira Afonso Brilhante

Epistemologia do conhecimento em Michel Foucault: os museus e as suas coleções, p. 37
António Manuel Passos Almeida

Museu da resistência: lugar de memória e instrumento da memória, p. 57
Carlos Mendes

Museus e vizinhança – o desafio de partilhar território, p. 70
Célia Machado

Avaliação e redução do risco de dano associado à luz solar em duas novas galerias do Victoria and Albert Museum, p. 92
Diana Ornellas Bencatel

Entre a arte e a ciência – um projeto de educação na Casa-Museu Abel Salazar, p. 111
Filipa Leite

Práticas e políticas de conservação preventiva no English Heritage: modelo de uma política integrada de gestão de coleções, p. 127
Geraldine Garcia

Arquitetura de Museus: entre tradição e modernidade. A Casa das Histórias da Paula Rego, p. 143
Gilson Fernandes

Dos “públicos” nos museus: ensaio sobre os fundamentos teóricos que antecedem a definição de metodologias de trabalho, p. 163
Joana Almeida Ribeiro

Dos armazéns de armas aos atuais museus militares da Direção de História e Cultura Militar – análise de um percurso evolutivo, p. 182
Mariana Jacob Teixeira

Ensaio sobre o AAT – Art & Architecture Thesaurus, p. 201
Natália Jorge

Coleções e colecionadores de arte na revista Ilustração Moderna (1926-1932), p. 218
Ricardo Manuel Mendes Baeta

Ciência e Tecnologia: mensagem e meio na prática museológica, p. 233
Sandra Santos

Ligações on/off. Reflexões sobre a construção de redes de colaboração entre museus e produtores de ciência e técnica na Universidade do Porto, p. 252
Susana Medina

A poética do colecionador – um caso de estudo, p. 268
Teresa Pinhal

 


[1] Note-se porém algumas diferenças. O volume publicado pelo Instituto de História da Arte assume o sistema de arbitragem científica por pares na base da selecção e edição dos textos, enquanto na publicação da Universidade do Porto isso não se verifica.