Arquivo de etiquetas: Victor Bandeira

As Máscaras Bigajó do Museu Nacional de Etnologia

Museu Nacional de Etnologia # 2013 © Ana Carvalho

Museu Nacional de Etnologia # 2013 © Ana Carvalho

Botas, Ana (2013). As Máscaras Bigajó do Museu Nacional de Etnologia. Questões em torno da informatização do inventário de coleções. Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova. Trabalho de projecto em museologia. Júri: Joaquim Pais de Brito (orientador), Raquel Henriques da Silva (co-orientadora), Alice Semedo (aguente), entre outros. Tese defendida a 15 de Julho de 2013.

****

Resumo: Este trabalho de projeto pretende ser um exercício de reflexão em torno da documentação de coleções etnográficas a partir das questões que se levantam na informatização do inventário museológico das máscaras bijagó (Guiné-Bissau) do acervo do Museu Nacional de Etnologia (MNE). A sua maior parte foi adquirida por Victor Bandeira em finais dos anos de 1960 e início de 1970 no Arquipélago dos Bijagós, juntando-se a estas outras adquiridas por quem cujo percurso também se cruzou com a história do museu e constituição das suas coleções.

Do ponto de vista antropológico aquelas são testemunhos dos processos de construção de identidade entre os Bijagós e inscrevem nos seus portadores, no caso dos homens, a figuração da sua posição social na hierarquia da aldeia; no caso das mulheres, uma ligação privilegiada ao mundo espiritual. As performances em que participam e nas quais se combinam dança, música e canto são a face mais visível de um princípio reconhecido por todos como garante do equilíbrio coletivo.

A reduzida informação das fichas de inventário destes objetos contrasta com a que a instituição promoveu e detém, através das exposições que realizou, dos catálogos que publicou, da documentação fotográfica e iconográfica que foi reunindo; e com o conhecimento já produzido por investigadores, alguns deles considerando os próprios objetos desta coleção.

A relevância destes decorre da informação que dispomos sobre eles, nomeadamente do conhecimento do seu contexto de uso e das circunstâncias da sua aquisição, pelo que este trabalho propõe o tratamento integrado de toda a informação disponível e de outra surgida durante o processo de pesquisa, com vista à sua associação ao inventário. Este é também um exercício de reflexão sobre as inevitáveis limitações dos sistemas de documentação museológicos e condicionantes humanas e técnicas que eles comportam, tendo como premissa que quanto mais alargada for a informação, mais diversificadas poderão ser as perspetivas de conhecimento que estes sistemas poderão apoiar e suscitar.

****

Bijagó masks of the Museu Nacional de Etnologia. Issues around the informatization of the inventory of museum collections.

Abstract: This research project aims to be an exercise of reflection on the documentation of ethnographic collections after the issues raised by the informatization of the Bijagó masks (Guinea-Bissau) of the collection of the Museu Nacional de Etnologia (MNE). Most of it was acquired by Victor Bandeira in the late 1960s and early 1970s in the Bijagó archipelago, along with others acquired by people whose paths also crossed the history of this museum and the shaping of its collections.

From the anthropological point of view these masks are testimonies of the processes of identity construction among the Bijagós and inscribe in their bearers, in the case of men, the figuration of their position in the social hierarchy of the village; in the case of women, their privileged connection to the spiritual world. The performances in which they take part combining dance, music and singing are the most visible part of a principle recognized by all as the guarantee of the collective balance.

The limited information from the inventory cards contrasts with what the museum has produced and promoted, through exhibitions, catalogs, photographic and iconographic documentation, and with the knowledge produced by researchers, some of them considering the very objects of this collection.

The objects relevance results from the information we have about them, including their function in the original context and the circumstances of its acquisition, so this project proposes the combined treatment of all available data and of other emerged during the research process, seeking its integration in the inventory. This is also an opportunity to think about the inevitable limitations of the museum registration systems and the human and technical constraints they have, with the premise that the more wide the information may be, the more diverse will be the knowledge perspectives it may support and raise.

(Fonte: informação enviada pelo autora)